sábado, 14 de Março de 2009

O Remédio do Indio


Li um artigo muito interessante sobre o lema de vida dos Indios.
Não posso deixar de partilhar algumas ideias que aqui ficaram soltas e bem presas na minha cabeça.
Na Índia, os mestres sempre dizem: Os problemas são despertadores que tentam acordar as pessoas para a vida.
Aproveitar para acordar logo, antes que o próximo despertador faça mais barulho.
Parar e pensar.
O que é que a dificuldade quer mostrar?
É um aviso, que a vida nos envia, directo ao coração para corrigir o que não estamos a fazer bem.
São sinais de emergência para modificarmos a vida em tempo certo.
Os problemas e as doenças guardam muita semelhança entre si.
Há que fazer uma pausa para reflectir sobre os avisos que o corpo nos está a enviar.
São poucos os que se perguntam: "Por que é que o meu organismo ficou enfraquecido e permitiu que a doença o atacasse?"
Uma dificuldade não ultrapassada é sempre um alarme, embora muita gente não preste atenção. Os sintomas atacam na tentativa de fazer com que entendamos o recado.
No começo pode ser uma leve dor de cabeça.
Para que façamos uma paragem e analisemos o que está a faltar na nossa vida.
Mas nós não queremos ter tempo.
Ter tempo dá trabalho.
Tomamos um analgésico e a dor por dentro a aumentar.
Achar a causa é a atitude mais sábia.
Os nossos inimigos, da mesma forma que os problemas e as doenças, são gritos de alerta para cuidarmos do que não está certo.
Quando os ouvimos com atenção, transformam-se em maravilhosas alavancas de crescimento pessoal.
Nada mais que mensagens que precisamos de aprender a descodificar.
Chegou a hora de fazer uma análise do que nos consome e superar.
Só assim nasce uma nova pessoa por dentro e por fora de nós.